O Poder Milagroso

Postado em Atualizado em

Se um homem ruim pode se tornar um homem puro e religioso, isso é um milagre real em ação

Em todas as religiões sabemos de milagres sendo feitos seja por seus fundadores ou por alguns de seus discípulos. No caso do Buddha, milagres ocorreram desde o dia de Seu nascimento até Sua passagem para o Nibbana. Muito dos poderes psíquicos do Buddha foram atingidos por meio de longo e intenso treinamento na meditação. O Buddha meditou e passou por todos os estágios superiores de contemplação que culminavam na pura posse de si mesmo e na sabedoria. Tais atingimentos por meio da meditação não são considerados milagres, mas fazem parte do poder psíquico de qualquer asceta treinado.

Usando a meditação na noite de Sua Iluminação, surgiu no Buddha uma visão de Seus nascimentos prévios, de muitas existências com todos os seus detalhes. Ele relembrou Seus nascimentos prévios e como fez uso desses nascimentos para obter Sua Iluminação. O Buddha, então, teve uma segunda visão, mais ampla, na qual Ele viu todo o universo como um sistema de kamma e renascimento. Ele viu o universo feito de seres que eram nobres e corrompidos, felizes e infelizes. Ele os viu a todos continuamente ‘morrendo de acordo com suas ações boas e ruins’, deixando uma forma de existência e tomando forma em outra. Finalmente, Ele compreendeu a natureza do Sofrimento, a Cessação do Sofrimento e o Caminho que leva para a Cessação do Sofrimento. Então, uma terceira visão surgiu dentro do Buddha. Ele compreendeu que estava completamente livre de todas as prisões, humanas ou divinas. Compreendeu que Ele havia feito o que devia ser feito. Compreendeu que não tinha mais renascimentos porque havia erradicado toda a ânsia e estava vivendo em Seu último corpo. Esse conhecimento destruiu toda a ignorância, toda a escuridão, e a luz surgiu dentro Dele. Este é o poder psíquico e a sabedoria que surgiu dentro do Buddha enquanto estava sentado meditando sob a Árvore Bodhi.

O Buddha teve um nascimento natural; Ele viveu de uma forma normal. Mas foi um homem extraordinário, tanto quanto se refere à Sua Iluminação. Aqueles que não aprenderam a apreciar sua Suprema Sabedoria tentam explicar Sua grandeza investigando Sua vida e buscando por milagres. Entretanto, a Suprema Iluminação do Buddha é mais do que suficiente para entendermos Sua grandeza. Não há necessidade de mostrar Sua grandeza pela introdução de quaisquer poderes milagrosos. Os milagres têm pouca relação com o ver as coisas como são.

O Buddha conhecia o poder que podia ser desenvolvido por meio do treinamento da mente humana. Ele também sabia que Seus discípulos poderiam adquirir tais poderes por meio do desenvolvimento mental. Dessa forma, o Buddha aconselhou-os a não exercitarem tal poder psíquico para converter as pessoas menos inteligentes. Ele estava se referindo ao poder ‘milagroso’ de andar sobre as águas, exorcizar espíritos, levantar os mortos e executar as assim chamadas práticas sobrenaturais. Ele também estava se referindo aos ‘milagres da profecia’, tais como leitura de pensamento, adivinhação, leitura da sorte e assim por diante. Quando o crente sem conhecimento vê a execução de tais poderes, sua fé se aprofunda. Mas os convertidos somente no nome, que são atraídos para uma religião por causa desses poderes, abraçam uma fé, não por compreenderem a Verdade, mas porque se entretêm com alucinações. Além disso, algumas pessoas podem dizer que esses milagres são devido a certos encantos ou artimanhas. Ao atrair as pessoas para ouvir o Dhamma, o Buddha apelava para seu poder do raciocínio.

Um comentário em “O Poder Milagroso

    shirley disse:
    20 maio, 2011 às 2:15 pm

    o livro o segredo tem a ver com os ensinamentos de buda ? e de como praticar sua mente para o bem material?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s