O Atingimento do Estado de Buddha

Postado em Atualizado em

O atingimento do Estado de Buddha é a tarefa mais difícil que alguém pode conquistar nesse mundo

O Estado de Buddha não está reservado somente para pessoas escolhidas ou para seres sobrenaturais. Qualquer um pode se tornar um Buddha. Isso é algo único, pois nenhum fundador de qualquer outra religião jamais disse que seus seguidores tinham a oportunidade ou potencial para atingir a mesma conquista que eles.

Entretanto, o atingimento do Estado de Buddha é a tarefa mais difícil que alguém pode conquistar nesse mundo. A pessoa deve se esforçar muito no sacrifício de prazeres mundanos. É preciso desenvolver e purificar sua mente de todos os pensamentos maléficos a fim de obter esta Iluminação. Levará inumeráveis nascimentos para uma pessoa purificar e desenvolver a mente para se tornar um Buddha. Longos períodos de grande esforço serão necessários para completar a alta qualificação deste autotreinamento. O curso deste autotreinamento, que culmina com o Estado de Buddha, inclui autodisciplina, autocontenção, esforço sobrehumano, firme determinação e disposição para passar por qualquer tipo de sofrimento pela causa de outros seres vivos neste mundo.

Isso mostra claramente que o Buddha não obteve a suprema Iluminação simplesmente rezando, venerando ou fazendo oferendas a seres sobrenaturais. Ele atingiu o Estado de Buddha pela purificação de Sua mente e coração. Ele atingiu a Suprema Iluminação sem a influência de quaisquer forças sobrenaturais e externas, mas sim pelo desenvolvimento de Seu próprio insight. Somente um homem que tenha firme determinação e coragem para superar todos os obstáculos, fraquezas e desejos egoístas pode atingir o Estado de Buddha.

O príncipe Siddhattha não atingiu o Estado de Buddha da noite para o dia simplesmente se sentando sob a árvore Bodhi. Nenhum ser sobrenatural apareceu e revelou qualquer coisa soprando em Seus ouvidos enquanto Ele estava em profunda meditação sob a árvore Bodhi. Na base de Sua Suprema Iluminação houve uma longa história de nascimentos prévios. Muitas das histórias dos Jatakas nos contam como Ele trabalhou duro sacrificando Sua vida em muitos nascimentos prévios a fim de atingir Seu Supremo Estado de Buddha. Ninguém pode atingir o Estado de Buddha sem dedicar muitas vidas praticando as dez perfeições ou paramitas (1). O grande período de tempo necessário para desenvolver essas dez perfeições explica porque um Buddha Supremo aparece somente em intervalos de tempo muito longos.

Dessa forma, o conselho do Buddha aos Seus seguidores é de que a fim de encontrar sua salvação não é necessário que cada pessoa espere até seu Estado de Buddha ser conquistado. Aspirantes podem também encontrar sua salvação se tornando Pacceka Buddhas (Buddhas Silenciosos) ou Arahants (Perfeitos). Pacceka Buddhas aparecem neste mundo durante um período onde não há um supremo Buddha Iluminado. Eles também são Iluminados. Apesar de seu grau de perfeição não ser similar ao daquele Buddha Supremo, ainda assim eles experienciam a mesma benção do Nibbana. Diferentes do Buddha Supremo, no entanto, eles não ensinam às massas. Eles levam uma vida solitária.

Arahants também podem experienciar a mesma benção do Nibbana que os Buddhas experienciam. Não há discriminação ou status no Nibbana. A única diferença é que os Arahants não têm a Iluminação Suprema que os torna capazes de iluminar os outros da mesma forma que um Buddha pode. Os Arahants superaram todos os seus desejos e outras fraquezas humanas. Eles podem apreciar o Dhamma que foi descoberto e ensinado pelo Buddha. Também podem mostrar aos outros a Via para a salvação.

‘Kiccho Buddhanam Uppado’ ~ Raro é o aparecimento de Buddhas. (Dhammapada 182)

(1) – As dez virtudes são mencionadas no capítulo anterior sobre o ‘Bodhisatta’.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s