O que é Abhidhamma? – 4

Postado em Atualizado em

Desde os tempos antigos existiram controvérsias com relação ao Abhidhamma ter sido realmente ensinado pelo Buddha. Apesar de essa discussão poder ser interessante para propósitos acadêmicos, o que é importante para nós é experienciar e entender as realidades descritas no Abhidhamma. O indivíduo perceberá por si mesmo que tais verdades profundas e consistentemente verificáveis poderiam somente emanar de uma fonte supremamente iluminada – de um Buddha. Muito do que é contido no Abhidhamma é também encontrado no Sutta Pitaka; e tais sermões nunca foram ouvidos até terem sido proferidos primeiramente pelo Buddha. Assim, aqueles que dizem que o Buddha não foi a fonte do Abhidhamma teriam que dizer o mesmo em relação aos Suttas. Tal declaração, claro, não pode ser sustentada pela evidência.

De acordo com a tradição Theravada, a essência, bases e estrutura do Abhidhamma são atribuídas ao Buddha, embora as tabelas e classificações possam ter sido o trabalho de discípulos posteriores. O que é importante é a essência. É isso o que deveríamos tentar experienciar por nós mesmos. O próprio Buddha tomou claramente essa posição de usar o conhecimento do Abhidhamma para clarear muitos problemas psicológicos, metafísicos e filosóficos existentes. Meros sofismas intelectuais sobre se o Buddha ensinou ou não o Abhidhamma não nos ajudarão a entender a realidade.

Dúvidas também são levantadas se o Abhidhamma é essencial para a prática do Dhamma. A resposta para isso irá depender do indivíduo que empreende a prática. As pessoas variam em seus níveis de entendimento, temperamento e desenvolvimento espiritual. Idealmente, todas as diferentes faculdades espirituais deveriam estar harmonizadas, mas algumas pessoas permanecem bem contentes com suas práticas devocionais baseadas na fé, enquanto outras se interessam no desenvolvimento do insight penetrante. O Abhidhamma é mais útil para aqueles que desejam entender o Dhamma mais profundamente e em detalhes. Ele ajuda o desenvolvimento do insight quanto às três características da existência: impermanência, insatisfatoriedade e não-eu. É útil, não apenas para os períodos dedicados à meditação formal, mas também durante o resto do dia quando estamos engajados em várias tarefas mundanas. Usufruímos de grande benefício do estudo do Abhidhamma quando experienciamos a absoluta realidade. Além disso, um conhecimento abrangente do Abhidhamma é útil para aqueles engajados no ensino e explanação do Dhamma. De fato, o significado real das mais importantes terminologias buddhistas, tais como Dhamma, Kamma, Samsara, Sankhara, Paticcasamuppada e Nibbana não podem ser entendidos sem o conhecimento do Abhidhamma.

Um comentário em “O que é Abhidhamma? – 4

    Índice « No Que Os Buddhistas Acreditam disse:
    20 dezembro, 2010 às 8:04 am

    […] O que é Abhidhamma? – 4 […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s