Mente e Matéria (nama-rupa)

Postado em Atualizado em

‘O que é mente? Não importa. O que é matéria? Não se preocupe’.

De acordo com o Buddhismo, a vida é uma combinação de mente (nama) e matéria (rupa). Mente consiste da combinação de sensações, percepções, atividades volitivas e consciência. Matéria consiste da combinação de quatro elementos: solidez, fluidez, movimento e calor.

A vida é a coexistência de mente e matéria. A decadência é a falta de coordenação entre mente e matéria. A morte é a separação de mente e matéria. O renascimento é a recombinação de mente e matéria. Após o passamento do corpo físico (matéria), as forças mentais (mente) se recombinam e assumem uma nova combinação em uma forma material diferente e condicionam outra existência.

A relação da mente com a matéria é como a relação de uma bateria com o motor de um carro. A bateria ajuda a iniciar o motor. O motor ajuda a carregar a bateria. A combinação ajuda a movimentar o carro. Da mesma maneira, a matéria ajuda a mente a funcionar e a mente ajuda a colocar a matéria em movimento.

O Buddhismo ensina que a vida não é apenas a propriedade da matéria e que o processo de vida continua ou flui como um resultado de causa e efeito. Os elementos mentais e materiais que compõem os seres sencientes, desde a ameba ao elefante, incluindo o homem, existiram previamente em outras formas.

Embora algumas pessoas mantenham a visão de que a vida se origina somente da matéria, os maiores cientistas aceitaram que a mente precede a matéria a fim de a vida se originar. No Buddhismo, esse conceito é chamado de ‘consciência de religação’.

Cada um de nós, no sentido último, é mente e matéria, um composto de fenômenos mentais e materiais, e nada mais. Fora dessas realidades que formam o composto nama-rupa, não há self ou alma. A parte mental da composição é o que experiencia um objeto. A parte material nada experiencia. Quando o corpo é danificado, não é o corpo que sente dor, mas o lado mental. Quando estamos famintos não é o estomago que sente fome, mas a mente. Entretanto, a mente não pode comer o alimento para aliviar a fome. A mente e seus fatores fazem o corpo digerir a comida. Assim, nem nama nem rupa têm poder eficiente isoladamente. Um depende do outro; um sustenta o outro. Mente e matéria surgem ambas devido a condições e perecem imediatamente, e isso acontece a todo momento de nossas vidas. Pelo estudo e experiência dessas realidades conquistaremos insights como: (1) o que somos realmente; (2) o que encontramos ao nosso redor; (3) Como e porque reagimos em relação ao que está dentro de nós e à nossa volta; e (4) o que deveríamos aspirar alcançar como um objetivo espiritual.

Obter insight quanto à natureza da vida psicofísica é perceber que a vida é uma ilusão, uma miragem ou uma bolha, um mero processo de se tornar e dissolver ou surgir e desaparecer. Seja o que for que exista, isso surge de causas e condições. Quando causas e condições cessam, a coisa cessa de existir.

Anúncios

2 comentários em “Mente e Matéria (nama-rupa)

    Eliane disse:
    7 dezembro, 2010 às 1:11 pm

    Consciência seria a força que o universo desenvolveu para se organizar?! Seria a tentativa de vencer o caos?! Se reorganizar continuamente?! É o caos… parece que o próprio universo ‘carece’ de mais buracos negros que se imagina!

    Índice « No Que Os Buddhistas Acreditam disse:
    20 dezembro, 2010 às 8:04 am

    […] Mente e matéria (nama-rupa) […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s