O Buddhismo é similar a outros ensinamentos contemporâneos da Índia? – 2

Postado em Atualizado em

Não há dúvida de que o Buddha reformou certos costumes, obrigações religiosas, ritos, ética e maneiras de viver prevalecentes em sua época. A grandeza de Seu caráter foi como uma agulha que furou o balão das crenças e práticas falsas de modo que pudessem explodir e revelar seu vazio.

Mas com relação aos ensinamentos fundamentais, filosóficos e psicológicos não tem sentido dizer que o Buddha copiou idéias de qualquer religião existente em seu tempo. Por exemplo, as idéias das Quatro Nobres Verdades, do Caminho Óctuplo, da Originação Dependente e do Nirvana, não eram conhecidas antes de Sua vinda. Embora a crença no kamma e no renascimento fosse muito comum, o Buddha forneceu explicações bem lógicas e razoáveis para tal crença e a apresentou como uma lei natural de causa e efeito. Embora o Buddha tenha utilizado tais termos por serem familiares aos Seus ouvintes, Ele deu a eles interpretações originais, bem diferentes do modo como os brahmanas os entendiam. Apesar disso tudo o Buddha não ridicularizou nenhuma crença ou prática religiosa sincera existente na época. Ele apreciou o valor da Verdade sempre que a encontrou e até deu melhores explicações para suas crenças. É por isso que disse certa vez que a Verdade deve ser respeitada onde quer que seja encontrada. Por outro lado, entretanto, Ele nunca teve medo de falar contra a mitologia e as falsas declarações.

3 comentários em “O Buddhismo é similar a outros ensinamentos contemporâneos da Índia? – 2

    Gilson disse:
    20 maio, 2011 às 1:41 pm

    Não concordo com este texto que diz que “as quatro nobres verdades” e o “caminho óctuplo” e o “nirvana” não eram conhecidos antes de Buddha. Tais ensinamentos eram conhecidos antes de Budhha mas sob outras nomenclaturas. O “caminho óctuplo” é uma síntese dos sistemas de Raja-Yoga, Jnana-Yoga e Karma-Yoga do Hinduísmo.

    William disse:
    18 abril, 2013 às 8:47 am

    De fato certos conceitos já eram ensinados por mestres antes da Iluminação do Buddha, mas ninguém ligou todos estes conceitos como Gotama ligou. Além disso, como você disse em capítulos anteriores, nenhuma outra religião mencionou o não-self (Anatta). Portanto, a interligação dos ensinamentos budistas uns com os outros é única e os argumentos utilizados pelo Buddha para ilustrar da melhor maneira possível a verdade não podem ser igualadas a conceitos próximos – não idênticos.

    Noel disse:
    3 julho, 2013 às 10:32 pm

    O Gilson esta um pouco equivocado. O raja yoga,ou Astanga yoga de Patanjali,que foi o compilador e codificador do Yoga na forma que a gente conhece atualmente,esta sim foi baseada nas praticas Budistas,tendo ate seu próprio “caminho óctuplo”
    Essa codificação ocorreu 300 anos(ou até mais tardiamente) depois do Buddha ter exposto o Dhamma

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s