O Buddhismo é uma teoria ou uma filosofia?

Postado em Atualizado em

A iluminação do Buddha não é um produto do mero intelecto

Na época do Buddha havia muitos eruditos na Índia que buscavam o conhecimento pelo conhecimento. Tais pessoas estavam interessadas somente em conhecimento teórico. Algumas delas, de fato, iam de cidade a cidade desafiando qualquer um para o debate e sua grande excitação era derrotar um oponente em tais combates verbais. Mas o Buddha disse que tais pessoas não estavam mais perto de realização da verdade porque apesar de sua esperteza, inteligência e habilidades verbais, elas não tinham a verdadeira sabedoria e o insight para superar a cobiça, o ódio e a ilusão. De fato, essas pessoas eram frequentemente orgulhosas e arrogantes. Seus conceitos egoístas perturbavam a atmosfera religiosa, e elas amavam a argumentação simplesmente pela argumentação.

De acordo com o Buddha, é preciso primeiro procurar entender a própria mente. Isso deve ser feito através da concentração que provê uma sabedoria interna ou realização profunda. O insight é para ser obtido não por argumentos filosóficos ou conhecimento mundano, mas pela realização silenciosa a respeito da ilusão do eu.

O Buddhismo é um modo correto de vida dirigido à paz e felicidade de todo ser vivo. É um método para se livrar das misérias e encontrar a libertação. O Ensinamento do Buddha não está limitado a uma nação ou raça. Não é nem um credo nem uma mera fé. É um Ensinamento para todo o universo. É um Ensinamento para todos os tempos. Seus objetivos são o serviço altruísta, boa-vontade, paz, salvação e libertação em relação ao sofrimento.

5 comentários em “O Buddhismo é uma teoria ou uma filosofia?

    Agustinho disse:
    30 junho, 2010 às 6:36 pm

    É melhor conquistar você mesmo do que vencer mil batalhas.Assim, a vitória será sua. Ela não poderá ser tomada de você nem por anjos, nem por demônios, Inferno ou Céus.- Buddha.

    moysés baptista rodrigues filho disse:
    9 julho, 2010 às 2:49 pm

    Amigos,
    eu acho muito estranho, segundo minha experiencia, considerar o budismo como uma espécie de religião. Penso que o budismo é, antes de tudo, um caminho de libertação do ego á partir de determinadas práticas espirituais, que nada se assemelha a sistemas de culto. Para mim, Buda não foi uma divindade. Ele é um mestre, um professor, que ensina o caminho da libertação do samsara.

    William disse:
    18 abril, 2013 às 8:57 am

    Concordo com você Moysés! No final das contas, como mostrado em capítulos atrás, o ensinamento do Buddha tinha como finalidade nos mostrar a Verdade ÚLTIMA. Dizer que o ensinamento de Buddha constitui uma religião, terapia ou filosofia é até verdade no sentido de Verdade CONVENCIONAL, mas seus ensinamentos transcendem qualquer explicação ou confinamento verbal. Torná-la religião é apenas uma convenção, um tratado, para manter os ensinamentos do Buddha acessíveis por meio de uma organização convencional de grupos de pessoas convencionalmente chamadas de Monges que ensinam as pessoas o meio de se alcançar a paz.

    […] O Buddhismo é uma teoria ou uma filosofia? […]

    Jorge Avelar disse:
    23 fevereiro, 2016 às 7:41 pm

    O homem continua a se perder na busca do caminho. Que tal estudar os suttas colocá-los em prática/experimentar, desenvolver o que é hábil e abandonar o que não é hábil, não se preocupar com aquilo que está fora do alcance(vida pós morte, espaço, estrelas, deuses), observar os fenômenos sem ficar se preocupando com definições ou rótulos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s