O Buddhismo é Pessimista?

Postado em Atualizado em

O Buddhismo não é uma religião nem pessimista nem otimista, mas realista.

Alguns críticos argumentam que o Buddhismo é mórbido, cínico, vagando pelo lado escuro e sombrio da vida, um inimigo dos prazeres inofensivos e um esmagador insensível das alegrias inocentes da vida. Eles afirmam que o Buddhismo é pessimista, incentivador de uma atitude de desesperança em relação à vida, encorajando um sentimento vago e genérico de que a dor e o mal predominam nos assuntos humanos. Mesmo o Papa atual * afirmou que o Buddhismo ensina uma atitude negativa com relação à vida. Esses críticos baseiam suas opiniões na Primeira Nobre Verdade de que todas as coisas condicionadas estão num estado de sofrimento. Eles não percebem que o Buddha não apenas ensinou a causa do Sofrimento, mas ensinou também o caminho para o fim do Sofrimento. De qualquer forma, existe algum professor religioso que elogiou esta vida mundana e nos aconselhou a nos apegarmos a ela? Toda religião fala sobre salvação, que significa libertação da incerteza e insatisfatoriedade neste mundo.

Se o fundador desta religião, o Buddha, fosse um tal pessimista, se poderia esperar que Sua personalidade fosse retratada com traços mais severos do que ocorreu. A imagem do Buddha é a personificação da Paz, Serenidade, Esperança e Boa-vontade. O sorriso magnético e radiante do Buddha é a síntese de Sua doutrina. Aos preocupados e frustrados, Seu sorriso de Iluminação e esperança é um tônico infalível e um bálsamo suavizante.

O Buddha irradiou Seu amor e compaixão em todas as direções. Tal pessoa dificilmente poderia ser um pessimista. E quando reis e príncipes, amantes da espada, O ouviam, eles percebiam que a única verdadeira conquista é a conquista de Si e a melhor maneira de conquistar o coração do povo era ensiná-lo a apreciar o Dhamma – Verdade.

O Buddha cultivou Seu senso de humor a tão alto nível que Seus mais amargos oponentes ficavam desarmados com a maior facilidade. Frequentemente nada podiam fazer senão rir de si mesmos. O Buddha tinha um excelente tônico; Ele limpava seus sistemas de toxinas perigosas e então eles se tornavam entusiasmados em seguir Seus passos. Em Seus sermões, diálogos e discussões, Ele mantinha sua postura e dignidade o que fez com que conquistasse o respeito e afeição das pessoas. Como tal pessoa pode ser um pessimista?

* João Paulo II

3 comentários em “O Buddhismo é Pessimista?

    Home | O Nalanda no Extremo Sul do Brasil disse:
    8 agosto, 2011 às 4:24 pm

    […] O Buddhismo é Pessimista? […]

    Equilibre com um sorriso | My great WordPress blog disse:
    28 abril, 2014 às 3:33 pm

    […] O Buddhismo é Pessimista? […]

    Equilibre com um sorriso | My great WordPress blog disse:
    28 abril, 2014 às 3:33 pm

    […] O Buddhismo é Pessimista? […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s