O Buddhismo é ateísta?

Postado em Atualizado em

O ateísmo está associado com uma doutrina materialista que não reconhece nada para além desse mundo

O Buddha condenou a falta de deus, no sentido de uma negação da devoção e da renúncia, da negação das obrigações morais, espirituais e sociais, e da negação de uma vida religiosa. Ele reconheceu muito enfaticamente a existência dos valores morais e espirituais. Exaltou a supremacia da lei moral. Somente em um sentido o Buddhismo pode ser descrito como ateísta, a saber, na medida em que nega a existência de um Deus eterno onipotente ou de uma Divindade que é o criador e ordenador do mundo e que pode milagrosamente salvar os outros. A palavra ‘ateísmo’, entretanto, frequentemente leva consigo uma quantidade de implicações ou significados depreciativos que de modo algum são aplicáveis ao Ensinamento do Buddha. Aqueles que usam a palavra ‘ateísmo’ frequentemente associam-na com uma doutrina materialista que não reconhece nada para além desse mundo dos sentidos e da fugaz felicidade que ele pode conceder. O Buddhismo não defende nada desse tipo.

Não há justificativa para definir os buddhistas como ateístas, niilistas, pagãos, idólatras, pecadores ou comunistas somente porque não dependem de um Deus Criador. O conceito buddhista de Deus é diferente daquele de outras religiões. Diferenças nas crenças não justificam insultos e palavras caluniosas.

Os buddhistas concordam com outras religiões de que a verdadeira e duradoura felicidade não pode ser encontrada neste mundo material. O Buddha acrescenta que a verdadeira e derradeira felicidade não pode ser encontrada num plano de existência superior ou supramundana, o qual chamamos de celestial ou divino. Apesar de que os valores espirituais propostos pelo Buddhismo estão orientados para um estado de transcendência do mundo com o atingimento do Nibbana, o Buddhismo não faz uma separação entre o ‘além’ e o ‘aqui e agora’. Seus valores têm raízes firmes no próprio mundo, pois almejam a mais alta realização nesta própria existência.

2 comentários em “O Buddhismo é ateísta?

    Karen Korsakas disse:
    7 junho, 2010 às 5:48 pm

    Excelente texto. Sucinto, coerente e esclarecedor.
    É extamente essa forma de ver o mundo e a vida que mais me encanta no Budismo.
    Agradeço pela oportunidade de ler este artigo.
    Karen Korsakas

    Charles D. disse:
    4 junho, 2013 às 8:16 am

    Interessante, porém ateísmo é apenas não acreditar, por falta de evidências, na existência de deuses ou seres míticos. Qualquer conotação negativa parte exclusivamente da ignorância ou da má fé de quem quer denegrir a descrença alheia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s