A Atitude Buddhista quanto a Vida Animal

Postado em Atualizado em

Se acreditamos que os animais foram criados por alguém para o benefício do homem, segue-se daí que os homens também foram criados para os animais, uma vez que alguns animais de fato comem carne humana como parte de sua natureza.

É dito que os animais são conscientes apenas do presente. Vivem sem preocupação pelo passado ou futuro. São como crianças que parecem não ter noção do futuro. Vivem também no presente até suas faculdades de memória e imaginação se desenvolverem. Autoconsciência é uma faculdade que vem com a maturidade.
Seres humanos possuem a faculdade do raciocínio. A distância entre o ser humano e animal aumenta apenas na medida em que desenvolvemos nossa faculdade de raciocínio e agimos de acordo. Os buddhistas aceitam que os animais não apenas possuem o poder do instinto, mas também, num nível menor, o poder do pensamento. Mas eles podem utilizar seu instinto desde o nascimento apenas para encontrar comida, abrigo, proteção e prazer sensual.

Em alguns aspectos, os animais são superiores aos seres humanos. Os cães têm um senso mais apurado de audição e olfação; os insetos têm um senso mais apurado de olfação; os falcões são mais velozes; as águias podem ver a uma distância maior. Indubitavelmente, somos mais sábios; mas temos tanto a aprender das formigas e das abelhas. Muito do animal ainda está em nós. Mas também temos muito mais: temos o potencial para o desenvolvimento espiritual.

O Buddhismo não pode aceitar que os animais foram criados por alguém para beneficiar os seres humanos; se os animais foram criados para eles então, segue-se daí, que os seres humanos também foram criados para os animais, uma vez que alguns animais comem carne humana pois é sua natureza comer a carne de seres vivos.

Os buddhistas são encorajados a amar todos os seres vivos e a não restringir o seu cuidado somente para o benefício dos seres humanos. Deveriam praticar a bondade amorosa em relação a todos os seres vivos. O conselho do Buddha é de que não é certo para nós tirarmos a vida de qualquer ser vivo uma vez que todo ser vivo tem um direito de existir. Os animais também têm medo e dor, da mesma forma como os seres humanos. É errado tirar suas vidas, machucá-los ou instigá-los ao medo. Não deveríamos fazer um mau uso de nossa inteligência e força para destruir animais, mesmo que, por vezes, possam ser percebidos como uma perturbação para nós. Os animais precisam de nossa simpatia. Destruí-los não é o único meio de nos livrarmos deles. Cada ser vivo contribui com algo para manter este mundo. Não é justo tirar seus direitos à vida.

Em seu Manual da Razão, D. Runes diz:

Dificilmente podemos falar de moral em relação às criaturas que sistematicamente devoramos, na maior parte das vezes assadas, mas algumas vezes cruas. Há alguns homens e mulheres que dedicam o amor aos cavalos, aos cães, aos gatos, aos pássaros. Mas essas mesmas pessoas podem pegar um veado ou um bezerro pelo pescoço, cortar sua garganta, beber seu sangue, diretamente ou em um pudim, e morder a carne. E quem pode dizer que o cavalo de que tanto gostam é mais nobre do que o veado que comem? De fato, há pessoas que comem gatos, cães e cavalos, mas usam uma vaca somente como um animal de trabalho e cães para protegê-las e à sua propriedade”.

Anúncios

2 comentários em “A Atitude Buddhista quanto a Vida Animal

    […] que alguns animais de fato comem carne humana como parte de sua natureza. … fique por dentro clique aqui. Fonte: […]

    jvilsemar disse:
    20 dezembro, 2011 às 9:25 pm

    “Todos os seres humanos deveriam de entender que todos os seres vivos fazem parte de uma grande Teia da Vida. Todos estão interligados uns aos outros e aquilo que o ser humano fizer a Teia, quando rompe os seus delicados fios por ignorância, ganância, poder e riquezas ilusórias, na realidade estará colocando em risco a existência da sua própria espécie e de todas as demais espécies. Nesse sentido já temos vários sinais destruitivos emitidos por nosso planeta que também é um ser vivo”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s