Nenhuma submissão

Postado em Atualizado em

A dependência em relação aos outros significa uma submissão do próprio esforço e da autoconfiança

O Buddhismo é uma religião gentil onde igualdade, justiça e paz reinam supremas. Depender de outros para a salvação é negativo, mas depender de si mesmo é positivo. Dependência em relação aos outros significa um abandono da própria inteligência e esforços.

Tudo que melhorou e levantou a humanidade foi feito pelos próprios seres humanos. Sua melhoria deve vir de seu próprio conhecimento, compreensão, esforço e experiência; e não do céu. Os homens não deveriam ser escravos mesmo das grandes forças da natureza, pois mesmo que elas possam esmagá-los, eles permanecem superiores em razão de seu entendimento. O Buddhismo leva a Verdade mais além: ele mostra que por meio da compreensão, as pessoas podem também controlar seu ambiente e circunstâncias. Eles podem cessar de serem esmagados por elas e usar seu poder para se elevar a grandes alturas de espiritualidade e nobreza.

O Buddhismo dá o devido crédito à inteligência e ao esforço humanos em suas conquistas, sem depender de seres sobrenaturais. A verdadeira religião deveria significar fé na bondade do homem ao invés da fé em forças desconhecidas. A esse respeito, o Buddhismo não é meramente uma religião, mas um método nobre para a obtenção da paz e da eterna salvação através de um viver respeitável. Desde o início, o Buddhismo apela para as mentes cultas e inteligentes. Toda pessoa culta neste mundo de hoje respeita o Buddha como um professor racional.

O Buddha ensinou que para sermos felizes não precisamos de uma religião com uma massa de dogmas e teorias, mas precisamos de conhecimento – conhecimento das forças cósmicas e seu relacionamento com as leis de causa e efeito. Até que o princípio de que a vida é meramente uma manifestação imperfeita da natureza seja completamente entendido, nenhum homem pode se emancipar de forma plena.

O Buddha deu uma nova explicação do universo. É uma nova visão da eterna felicidade, a aquisição da perfeição. Conquistar o objetivo humano no Buddhismo é chegar no estado permanente além da impermanência, o atingimento do Nirvana além de todos os mundos da mudança e a total libertação das misérias da existência.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s