Sem pecadores – 2

Postado em Atualizado em

O propósito do aparecimento do Buddha neste mundo não é lavar os pecados cometidos pelos seres humanos nem punir ou destruir as pessoas más, mas fazê-las entender quão tolo é cometer o mal e apontar as consequências de tais ações maléficas. Dessa forma, não há mandamentos no Buddhismo, uma vez que ninguém pode controlar a elevação espiritual de um outro. O Buddha nos encorajou a desenvolver e usar nosso entendimento. Ele nos mostrou o caminho para nossa libertação do sofrimento. Os preceitos que tomamos para observar não são mandamentos: eles são observados voluntariamente. O Ensinamento do Buddha é assim: ‘Preste atenção; escute este conselho e pense sobre ele. Se você pensa que é apropriado praticar Meu conselho, então tente praticá-lo. Você pode ver os resultados através de sua própria experiência’. Não há valor religioso em observar cegamente qualquer mandamento sem convicção e compreensão apropriadas. Entretanto, não devemos aproveitar da liberdade dada pelo Buddha para fazermos o que quer que gostemos. É nossa obrigação nos comportarmos como seres humanos cultos, civilizados e compreensivos, seguindo uma vida religiosa. Se pudermos compreender isso, os mandamentos não serão importantes. Enquanto professor iluminado, o Buddha nos aconselhou a levar uma vida pura sem a imposição de mandamentos ou o uso do medo da punição. Os Cinco Preceitos que o Buddha toma como parte da prática diária não são, assim, mandamentos. São, por definição, regras de treinamento que alguém voluntariamente toma para o desenvolvimento espiritual.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s