O Significado dos Cânticos Paritta – I

Postado em Atualizado em

O cântico paritta é a recitação de alguns dos suttas pronunciados pelo Buddha na língua pāli para abençoar e proteger os devotos

O cântico paritta ou cântico de suttas é uma bem conhecida prática buddhista conduzida em todo o mundo, especialmente nos países buddhistas Theravāda, onde a língua pāli é usada para recitações. Muitas dessas são de importantes suttas contendo ensinamentos básicos do Buddha e que foram selecionados por Seus discípulos. Originariamente, esses suttas foram gravados em folhas de ola há mais de dois mil anos. Mais tarde foram compilados num livro conhecido como ‘Livro de Cânticos Paritta’. Os nomes dos livros originais dos quais esses suttas foram selecionados são Anguttara Nikāya, Majjhima Nikāya, Dīgha Nikāya, Samyutta Nikāya e Khuddaka Nikāya no Sutta Piṭaka.

Os suttas que os buddhistas recitam para proteção são conhecidos como Cânticos Paritta. Aqui, ‘proteção’ significa nos proteger de várias formas de maus espíritos, infortúnio, doenças e influências de sistemas planetários, bem como instigar a confiança na mente. O som vibrante dos cânticos cria uma atmosfera bem agradável no ambiente. O ritmo dos cânticos é também importante. É possível notar que quando os monges recitam tais suttas, diferentes entonações são adotadas para se harmonizar com os diferentes suttas destinados a diferentes propósitos. Muito cedo no desenvolvimento espiritual do homem foi compreendido que certos ritmos da voz humana poderiam produzir estados psicológicos significativos de paz e serenidade nas mentes dos ouvintes ardentes. Além disso, a entonação em certos níveis agradaria aos devas, enquanto certos ritmos poderiam criar uma boa influência sobre os seres mais inferiores como animais, cobras e mesmo espíritos ou fantasmas. Portanto, um ritmo suave e correto é um aspecto importante dos Cânticos Paritta.

O uso desses ritmos não está confinado ao Buddhismo somente. Em toda religião, quando os seguidores recitam suas orações usando os livros sagrados, eles seguem certos ritmos. Podemos observar isso quando ouvimos a leitura do Corão pelos muçulmanos e os Mantras Védicos cantados pelos sacerdotes hindus na língua sânscrita. Alguns cânticos adoráveis são também cantados por certos grupos cristãos, especialmente os católicos romanos e os gregos ortodoxos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s