O Significado dos Cânticos Paritta – II

Postado em Atualizado em

Quando os suttas são cantados, três grandes e poderosas forças são ativadas. Essas são as forças do Buddha, Dhamma e Sangha. O Buddhismo é a combinação dessas ‘Três Jóias’ e quando invocadas juntas podem trazer bênçãos à humanidade.

(1) Buddha. Ele cultivou todas as grandes virtudes, sabedoria e iluminação, desenvolveu Seu poder espiritual e nos deu Seus nobres Ensinamentos. Embora a presença física do Mestre não estar mais conosco, Seus Ensinamentos permaneceram para o benefício da humanidade. Similarmente, o homem que descobriu a eletricidade não está mais conosco, mas usando de seu conhecimento, o efeito de sua sabedoria ainda permanece. A iluminação que desfrutamos hoje é o resultado de sua sabedoria. Os cientistas que descobriram a energia atômica não estão mais vivos, mas o conhecimento para usá-la permanece entre nós. Da mesma forma, os Nobres Ensinamentos que recebemos por meio da sabedoria e iluminação do Buddha são um poder muito efetivo do qual as pessoas podem retirar inspiração. Quando se lembra Dele e O respeita, você desenvolve a confiança Nele. Quando recita ou ouve as palavras proferidas por Ele, você  invoca o poder de Suas bênçãos.

(2) Dhamma. É o poder da verdade, justiça e paz descobertos pelo Buddha, provendo consolo espiritual para os devotos manterem a paz e a felicidade. Ao desenvolver sua compaixão, devoção e entendimento, esse poder do Dhamma te protege e ajuda a desenvolver mais confiança e força em sua mente. Então, sua própria mente se torna uma poderosa força para sua própria proteção. Quando é sabido que você mantém o Dhamma, as pessoas e os outros seres irão respeitá-lo. O poder do Dhamma o protege de vários tipos de influências ruins e forças maléficas. Aqueles que não conseguem compreender sobre o poder do Dhamma e sobre como viver de acordo com o Dhamma, invariavelmente se rendem a todas as formas de crenças supersticiosas e sujeitam-se às influências de muitos tipos de deuses, espíritos e poderes místicos que lhes requerem executar ritos e rituais estranhos. Assim fazendo, somente desenvolvem mais medo e desconfiança nascida da ignorância. Grande quantidade de dinheiro é gasta em tais práticas e isso poderia ser facilmente evitado se as pessoas desenvolvessem sua confiança no Dhamma. Dhamma é também descrito como ‘natureza’ ou ‘fenômeno natural’ e ‘lei cósmica’. Aqueles que aprenderam a natureza dessas forças podem proteger a si mesmos por meio do Dhamma. Quando a mente está calma por meio do perfeito conhecimento, as perturbações não podem criar medo na mente.

(3) Sangha. Isso se refere à ordem sagrada dos monges que renunciaram sua vida mundana em favor do desenvolvimento espiritual. Eles são considerados como discípulos de Buddha, que cultivaram grandes virtudes a fim de atingir o estado de santidade ou de Arahant. Prestamos respeito à comunidade da Sangha como mantenedores do Buddha Sāsana ou aqueles que protegeram e introduziram o Dhamma ao mundo ao longo de 2500 anos. Os serviços prestados pela comunidade da Sangha têm guiado a humanidade no sentido de levar uma vida correta e nobre. Eles são o elo vivo com o Iluminado, trazendo Sua mensagens a nós por meio da recitação das palavras proferidas por Ele.

2 comentários em “O Significado dos Cânticos Paritta – II

    dhanapala respondido:
    2 outubro, 2008 às 7:49 am

    nota do tradutor: O venerável monge aqui expressa o entendimento corriqueiro que se tem na Ásia de que Sangha se refere à ‘ordem sagrada dos monges’. Apesar de isso ser um dos significados, a palavra ‘sangha’ quando utilizada no contexto das Três Jóias, como é o caso aqui, não pode ser entendida assim. No contexto das Três Jóias ou dos Três Refúgios, Sangha é a Ariya Sangha, a Sangha dos Nobres que atingiram um dos quatro estágios superiores de libertação, e pode ser constituída tanto de monges quanto de laicos. A veneração usual que se tem aos monges na Ásia, frequentemente confunde essas duas aplicações colocando os monges numa posição exclusiva não sustentada pelo entendimento mais profundo e canônico do termo.

    Jorge disse:
    2 outubro, 2008 às 6:09 pm

    Você sabe se existe algum desses cânticos disponível para download na rede?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s