Homem e Religião – 3

Postado em

Cada religião tem um conceito diferente de punição para as más ações. De acordo com algumas religiões, o homem está condenado para sempre, por Deus, por causa de suas transgressões nesta vida. Outras dizem que ação e reação (causa e efeito) operam devido a leis naturais e o efeito de uma ação será sentido apenas por um certo período. Algumas religiões mantêm que esta vida é somente uma dentre muitas, e uma pessoa sempre terá a chance de se reformar, em estágios, até finalmente evoluir para atingir o objetivo da Suprema Bênção.

Diante de tamanha variedade de abordagens, interpretações e objetivos das diferentes religiões adotadas pela humanidade, pode ser útil para as pessoas não se apegarem a visões dogmáticas sobre sua religião, mas manterem-se abertas e tolerantes diante de outras visões religiosas.

O Buddha disse: “Alguém não deve aceitar meus ensinamentos por reverência, mas deve primeiro experimentá-los, assim como o ouro é testado pelo fogo”.

Após enfatizar a importância de se manter a mente aberta em relação às doutrinas religiosas, é útil lembrar que uma religião deve ser praticada para o benefício, liberdade e felicidade de todos os seres vivos. Isto é, os princípios religiosos deveriam ser usados positivamente a fim de melhorar a qualidade de vida de todos os seres. Ainda assim, hoje, a humanidade se corrompe e se desvia dos princípios religiosos básicos. Práticas imorais e maléficas se tornaram comuns entre muitas pessoas, e pessoas com uma mente religiosa experimentam dificuldades ao tentar manter certos princípios religiosos na vida moderna. Ao mesmo tempo, o padrão dos princípios religiosos básicos é também diminuído a fim de servir às demandas de mentes poluídas e egoístas. O homem não deveria violar os códigos morais universais a fim de servir à sua própria ganância ou indulgência; pelo contrário, o homem deveria tentar se ajustar em acordo com esses códigos ensinados pela religião. Os preceitos religiosos foram introduzidos por mestres religiosos iluminados, os quais completaram o nobre caminho de vida que leva à paz e à felicidade. Aqueles que violam tais preceitos transgridem as leis universais, o que, de acordo com o Buddhismo, trará maus efeitos devido ao funcionamento da causação moral.

Isso não significa, por outro lado, que uma pessoa deveria seguir servilmente o que é encontrado em sua religião, sem se importar com a aplicabilidade para os tempos modernos. As leis e preceitos religiosos deveriam capacitar as pessoas a levar uma vida significativa, e não devem ser usados para atá-las nem a práticas arcaicas, nem a rituais e crenças supersticiosos. Uma pessoa que sustenta os princípios religiosos básicos deveria dar crédito à inteligência humana e viver de forma respeitável e com dignidade humana. Deve haver algumas mudanças em nossas atividades religiosas a fim de se ajustar à nossa educação e à natureza de nossa sociedade mutável, sem, ao mesmo tempo, sacrificar os nobres princípios universais. Mas se reconhece que fazer modificações em quaisquer práticas religiosas é sempre difícil porque muitas pessoas conservadoras se opõem a mudanças, mesmo quando são para melhor. Tais visões conservadoras são como um lago de água estagnada, enquanto idéias frescas são como uma cascata onde a água constantemente é renovada e, portanto, utilizável.

2 comentários em “Homem e Religião – 3

    Índice « No Que Os Buddhistas Acreditam disse:
    24 setembro, 2007 às 10:33 am

    […] Homem e Religião – 3 […]

    Beisebol e 9/11 | My great WordPress blog disse:
    28 abril, 2014 às 3:32 pm

    […] Ainda assim, hoje, a humanidade se corrompe e se desvia dos princípios religiosos básicos“, disse o Ven. Sri K. Dhammananda. No entanto, além da mira certeira, o lançador precisa ter, em alguma medida, também um pouco de […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s